X

Governo Federal cumpre agenda em Missão Institucional e estreita laços com países árabes

A Secretaria Especial de Assuntos Estratégicos da Presidência da República (SAE/PR) coordena a “Missão Institucional e Comercial a Países Árabes e do Leste Europeu”, que ocorre de 18 de maio a 7 de junho. A viagem é fruto de parceria com o Ministério das Relações Exteriores, o Ministério da Defesa e a Apex-Brasil.

A missão pretende prospectar oportunidades de negócios e investimentos em onze países: Árabia Saudita, Bahrein, Egito, Emirados Árabes Unidos, Hungria, Iraque, Kuwait, Marrocos, Omã, Qatar e República Tcheca. Dentre os principais objetivos da missão, destacam-se: manter contatos com contrapartes dos setores do agronegócio, da construção civil e de produtos de defesa; e apresentar opções de parcerias entre empresários brasileiros e empresários dos países selecionados com vistas à ação comercial conjunta.

Neste domingo (29/05), a agenda contou com alguns compromissos. Com o propósito de discutir as perspectivas para o aumento dos laços comerciais, houve a reunião com o presidente da Câmara de Comércio do Bahrein, Sameer Abdulla Nass.

Outro encontro se deu com o ministro de obras, municipalidades e planejamento urbano, engenheiro Essam Bin Abdulla Khalaf. O objetivo, como ministério multidisciplinar, responsável inclusive por temas agrícolas e relativos a recursos marinhos, foi discutir oportunidades de cooperação em áreas como pesca e pecuária.

Houve, também, o encontro com o Diretor Executivo do Economic Bahrein Development Board (EDB), senhor Khalid Humaidan. Foram expostas estratégias de desenvolvimento e possíveis áreas de convergência econômico-comercial Brasil-Bahrein.

A comitiva é formada por cerca de 60 integrantes. Do setor público, compõem a delegação oficial representantes das seguintes instituições: SAE-PR, Ministério das Relações Exteriores, Ministério da Defesa, Ministério da Economia, Apex-Brasil, Câmara dos Deputados e Embratur. Da iniciativa privada, estão representantes dos setores de engenharia, indústria química, materiais de defesa, matérias primas para fertilizantes, tecnologia, dentre outros.

No roteiro, estão previstos encontros com representantes governamentais, homólogos, confederações, empresários dos setores selecionados e autoridades das áreas de finanças e investimentos.

Saiba mais: