Categoria Benefícios

Desenrola Pequenos Negócios atinge R$ 2,5 bilhões em renegociação de dívidas

O programa Desenrola Pequenos Negócios alcançou a impressionante marca de R$ 2,48 bilhões em dívidas bancárias renegociadas de Microempreendedores Individuais (MEIs) e micro e pequenas empresas. O volume, registrado até 2 de julho, inclui 42.216 clientes e 69.635 contratos, conforme divulgado pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban) nesta segunda-feira (8).

Crescimento Expressivo

De acordo com a Febraban, em parceria com o Ministério do Empreendedorismo, da Microempresa e Empresa de Pequeno Porte e o Ministério da Fazenda, o volume financeiro renegociado aumentou significativamente ao longo de junho. No relatório de 12 de junho, o total era de R$ 1,25 bilhão, subindo para R$ 1,68 bilhão no dia 24 e alcançando R$ 2,48 bilhões nos últimos dias do mês. Esse crescimento representa um aumento de 70% desde o início do programa.

Participação e Condições

O Desenrola Pequenos Negócios cobre dívidas bancárias não pagas até 23 de janeiro de 2024, de empresas com faturamento anual de até R$ 4,8 milhões. Sete bancos participam do programa, representando 73% da carteira de crédito de micro e pequenas empresas: Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Bradesco, Itaú, Santander, Sicredi e Mercantil do Brasil. Os descontos podem chegar a até 90%, e o prazo para negociações vai até 31 de dezembro de 2024. Interessados devem contatar os bancos participantes pelos canais oficiais (agências, internet ou aplicativo).

Impacto e Benefícios

O Desenrola Pequenos Negócios faz parte do programa Desenrola Brasil, que já beneficiou 15 milhões de brasileiros, permitindo a renegociação de aproximadamente R$ 50 bilhões em dívidas. O Desenrola Brasil termina em 20 de maio.

Como Funciona o Programa Desenrola Pequenos Negócios

Contato com Instituições Financeiras: MEIs e MPEs devem procurar a instituição financeira onde têm dívidas através dos canais oficiais.

Condições de Renegociação: Cada banco define suas próprias condições, oferecendo prazos e taxas favorecidas.

Relacionadas

Elegibilidade: Somente dívidas do setor financeiro não pagas até 23 de janeiro de 2024 são consideradas.

Início das Renegociações: As negociações começaram em 13 de maio de 2024, sem prazo de encerramento definido.

Taxas e Parcelamentos: As condições são diretamente acordadas entre o cliente e o banco credor.

Cuidados Necessários

Empresas devem buscar informações nos canais oficiais dos bancos participantes e evitar ofertas de renegociação fora das plataformas oficiais. A Febraban alerta contra propostas de envio de valores para garantir melhores condições de renegociação. Apenas após a formalização do contrato de renegociação, os valores podem ser debitados da conta do cliente nas datas acordadas.

Benefícios da Adesão ao Programa

  • Descontos médios entre 40% e 90%
  • Retomada de crédito e acesso a empréstimos financeiros
  • Regularização e formalização empresarial
  • Aumento no nível de capital dos bancos para concessão de empréstimos
  • Incentivo sem custos adicionais ao governo em 2024

O Desenrola Pequenos Negócios continua a ser uma ferramenta vital para a recuperação financeira de micro e pequenas empresas, proporcionando soluções de crédito e renegociação em um período de grandes desafios econômicos.