Imposto de Renda: Restituição residual começa a ser liberada amanhã (24)

Imposto de Renda: Restituição residual começa a ser liberada amanhã (24) Receita abre nesta terça (24) consulta a lote residual do Imposto de Renda A Receita Federal abre nesta terça-feira (24), a partir das 10h, a consulta a lote residual de restituição de outubro do Imposto de Renda Pessoa Física.

Quem está no lote residual

Serão contemplados 354.509 contribuintes. O valor total em restituição será de R$ 643,3 milhões.

Consulta pode ser feita pela página da Receita a partir desta terça-feira. Para saber se a restituição está disponível, basta acessar a página da Receita na internet (www.gov.br/receitafederal), clicar em “Meu Imposto de Renda” e, em seguida, em “Consultar a Restituição”.

O pagamento será feito no dia 31 de outubro na conta bancária informada no momento da declaração. O valor da restituição será depositado acrescido de juros, com base na Selic. Se, por algum motivo, o crédito não for realizado, o contribuinte poderá reagendar o crédito dos valores de forma simples e rápida pelo Portal BB, acessando o endereço: https://www.bb.com.br/irpf, ou ligando para a Central de Relacionamento BB por meio dos telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos).

Composição do lote

Idosos acima de 80 anos: 6.106

Idosos entre 60 e 79 anos: 54.438

Contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave: 6.491Continua após a publicidade

Relacionadas

Contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério: 16.874

Contribuintes que utilizaram a Declaração Pré-preenchida ou optaram por receber via Pix: 119.040

Contribuintes não prioritários: 151.560

Como saber se caí na malha fina?

O contribuinte pode fazer uma consulta completa da situação da declaração. Para checar se há alguma pendência, basta conferir o extrato de processamento, acessado no e-CAC. O programa informa se há ou não pendências que impeçam o pagamento da restituição, ou seja, se o contribuinte caiu na chamada malha fina. O site também informa o status do contribuinte e informações que porventura estejam equivocadas.

Se identificar alguma pendência, o contribuinte pode retificar a declaração, corrigindo as informações que porventura estejam equivocadas. Se tiver direito a restituição, o valor será pago nos próximos lotes residuais.

A Receita informou no final de setembro que 1,3 milhão de contribuintes caíram na malha fina. O número corresponde a 3,1% do total de declarações recebidas. Entre março e setembro, a Receita recebeu um total de 43,5 milhões de declarações referentes ao IRPF 2023, ano-base 2022.