Quem faz parte do Bolsa Família deve atualizar cadastro para garantir pagamentos

Os beneficiários do Bolsa Família precisam estar atentos às exigências do programa para garantir a continuidade dos repasses mensais. A manutenção do benefício depende do cumprimento de requisitos específicos, entre eles, a atualização cadastral, fundamental para assegurar a permanência das famílias na folha de pagamento.

Importância da Atualização Cadastral

A atualização cadastral é um processo essencial para que as famílias beneficiadas continuem a receber o Bolsa Família. O Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social (MDS) alerta que, sem essa atualização, muitas famílias podem perder o benefício a partir de junho, comprometendo seu bem-estar e segurança financeira. No ano passado, cerca de 1,5 milhão de famílias tiveram o benefício suspenso por falta de atualização no Cadastro Único.

Como Atualizar o Cadastro

A atualização do cadastro deve ser feita a cada dois anos ou imediatamente após mudanças significativas na estrutura familiar, como nascimento, óbito, casamento, separação ou mudança de endereço. Para realizar a atualização, o beneficiário deve comparecer ao setor do Cadastro Único ou ao Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) mais próximo.

Um membro da família deve se responsabilizar pelo processo, apresentando a documentação necessária, que inclui:

Relacionadas
  • Documentos de identificação de todos os membros da família.
  • Comprovante de residência atual.
  • Certidão de nascimento, no caso de crianças sem identidade.

Consequências da Não Atualização

A não atualização do cadastro pode resultar na suspensão do pagamento do benefício. Este procedimento é crucial e não apenas uma formalidade, sendo uma obrigação para garantir a continuidade do auxílio financeiro. Em junho, a comprovação da atualização será determinante para que as famílias continuem recebendo o benefício.

Calendário de Pagamentos de Junho

Os pagamentos do Bolsa Família em junho seguem o último dígito do Número de Identificação Social (NIS) dos beneficiários. A Caixa Econômica Federal é responsável pelos depósitos, que serão realizados nas seguintes datas:

  • NIS de final 1: 17 de junho
  • NIS de final 2: 18 de junho
  • NIS de final 3: 19 de junho
  • NIS de final 4: 20 de junho
  • NIS de final 5: 21 de junho
  • NIS de final 6: 24 de junho
  • NIS de final 7: 25 de junho
  • NIS de final 8: 26 de junho
  • NIS de final 9: 27 de junho
  • NIS de final 0: 28 de junho