Categoria BenefíciosINSS

Situações que podem suspender seu benefício no INSS

Receber uma notificação do INSS sobre a suspensão do seu benefício pode ser uma situação angustiante para muitas pessoas. No entanto, compreender as razões por trás dessa suspensão e saber como agir diante delas pode ser a chave para evitar esse cenário preocupante.

A suspensão do benefício ocorre quando o INSS interrompe temporariamente o pagamento, e isso pode acontecer por diversos motivos. É importante ressaltar que a suspensão é diferente do cancelamento, sendo uma pausa temporária no pagamento, enquanto o cancelamento é uma medida mais definitiva e difícil de reverter.

Entre as 12 situações que podem levar à suspensão do benefício, destacam-se erros na concessão do benefício, ausência de prova de vida, não comparecimento em perícia obrigatória, recusa em participar de reabilitação profissional, recebimento de salário-maternidade, prisão do segurado, investigação por crime doloso contra o segurado, fuga da prisão, retorno ao trabalho após afastamento por maternidade, ausência de atestado de vacinação do dependente, não apresentação de comprovação de frequência escolar e não atualização do Cadastro Único.

Relacionadas

Se o seu benefício for suspenso, é fundamental entender o motivo e agir rapidamente para regularizá-lo. Você será notificado pelo INSS sobre a suspensão e terá a oportunidade de recorrer e apresentar documentação para comprovar seu direito ao benefício.

Para solicitar a reativação do benefício, você pode utilizar o aplicativo ou site do Meu INSS ou entrar em contato com a Central Telefônica 135. O INSS dará um prazo para regularização, que pode ser prorrogado em casos justificados.

É importante estar ciente dessas informações e buscar auxílio de um advogado especializado em Direito Previdenciário, se necessário, para garantir seus direitos e evitar surpresas desagradáveis relacionadas à suspensão do seu benefício.